segunda-feira, 11 de março de 2019

Terapeuta Ocupacional R$ 4.201,63 a R$ 6.302,45 - Regiões Norte, Sul e Oeste - SP

Terapeuta Ocupacional R$ 4.201,63 a R$ 6.302,45 - Regiões Norte, Sul e Oeste - SP
DATA DE EXPIRAÇÃO DA CANDIDATURA:  11/03/2019.

CONDIÇÕES DA VAGA:
•Carga horária: 20 ou 30 horas semanais, de acordo com a especificidade do programa;
•Faixa Salarial: R$ 4.201,63 a R$ 6.302,45;
•Benefícios: VR R$ 480,90 + VA 115,41 + VT (VR exclusivo para carga horária de 30h);
•Local de trabalho: Município de São Paulo, especificamente nas regiões Norte (Freguesia do Ó/ Brasilândia/ Cachoeirinha e Casa Verde) / Sul (Capela do Socorro/ Parelheiros) e Oeste (Lapa/ Pinheiros).

REQUISITOS:
•Formação em Terapia Ocupacional com registro ativo junto ao conselho no ato da candidatura;
•Desejável experiência comprovada de 6 (seis) meses na função e nos programas (conforme Lei Nº 11.644/2008);
•Será considerado um diferencial possuir Aprimoramento ou Especialização em Saúde Pública, Saúde Coletiva, reabilitação, acompanhamento terapêutico e saúde mental;
•Desejável domínio de órteses para membros superiores, conhecimentos de reabilitação, funcionalidade (Classificação Internacional de Funcionalidade), adaptação funcional, inclusão, autonomia e independência;
•Bons conhecimentos de Informática (Word, Excel e Internet);
•Residir preferencialmente nas regiões Norte (Freguesia do Ó/ Brasilândia/ Cachoeirinha e Casa Verde) / Sul (Capela do Socorro/ Parelheiros) e Oeste (Lapa/ Pinheiros);
•Disponibilidade para início imediato.


PRINCIPAIS ATRIBUIÇÕES:
•Trabalhar na lógica do território: conhecer, diagnosticar, intervir e avaliar a prática cotidiana de acordo com as necessidades da população da região;
•Realizar os atendimentos levando em conta os diversos aspectos da constituição do sujeito, com abordagem psicossocial, através do desenvolvimento da clínica ampliada;
•Elaborar estratégias para promoção e manutenção da funcionalidade, autonomia e independência da PcD;
•Realizar atendimento específico, atendimento compartilhado e visitas domiciliares, quando definido conjuntamente com a equipe técnica;
•Trabalhar com oficinas terapêuticas e atividades de inserção comunitária e realizar atendimentos familiares;
•Elaborar projeto terapêutico singular no acompanhamento dos usuários, realizando ações multiprofissionais e transdisciplinares, desenvolvendo a responsabilidade compartilhada;
•Realizar manejos, adaptações e ações que favoreçam a funcionalidade, a realização de atividades de vida diária, prática e a ampliação da participação como sujeito.

http://www.saudedafamilia.org/_wp/index.php/pt/home/recrutamento-e-selecao/ 

Nenhum comentário:

Postar um comentário